sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Arancini no cardápio do Au-Au Lanches


Um clássico da gastronomia italiana chega ao cardápio do Au-Au Lanches. É o Arancini, o tradicional bolinho preparado com risoto que une muito sabor e versatilidade, conquistando o mundo todo. No Au-Au, estão disponíveis com duas opções de recheio: queijo ou carne seca. Já podem ser encontrados em todas as unidades da rede.

Esta delícia vai muito bem como entrada ou petisco, acompanhando uma cerveja, chope, vinho, suco ou outra bebida. A porção com cinco unidades custa R$ 21,90.

No Au-Au eles são preparados com o risoto desenvolvido pela própria rede, com arroz arbóreo, e levam toque de açafrão. Depois, são empanados e fritos. Para acompanhar, o molho pomodoro, também elaborado na casa, completa a pedida.

A novidade se junta com outra aos Dadinhos de tapioca, outra entrada que pode ser compartilhada e faz sucesso no Au-Au – a porção sai a R$ 20,90, sendo acompanhada por geleia de pimenta. 

Além de lojas físicas, o Arancini também está disponível no delivery das lojas Au-Au do Batel e do Cabral.

Serviço: Au-Au Carlos de Carvalho - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 990 - Batel, e Au-Au Cabral - Av. Munhoz da Rocha, 770 – Cabral. Shoppings: Alto da XV Mall, Shopping Mueller, Shopping Palladium e ParkShopping Barigui. Foto Marcelo Krelling

quarta-feira, 18 de janeiro de 2023

Curso de Gastronomia Funcional

Sempre atenta às necessidades de um mercado cada vez mais crescente, Escola Chef Gourmet Santa Felicidade está lançando o curso Gastronomia Funcional. Com uma metodologia voltada para profissionais e entusiastas da gastronomia, a escola conta com 90% de sua carga horária aplicada às práticas, além do conteúdo teórico.

O objetivo do curso de Gastronomia Funcional é capacitar os alunos no preparo de receitas saudáveis e saborosas. São apresentadas técnicas de preparo para aproveitar ao máximo os nutrientes dos alimentos e a funcionalidade das receitas – de onde vem o nome “funcional”.

Quando falamos em gastronomia funcional, a definição basicamente consiste na união da prática gastronômica com a nutrição funcional. Ou seja, aprender a cozinhar com alimentos funcionais, que são aqueles mais saudáveis e nutritivos, não processados nem manipulados, que nutrem o organismo, invés de apenas alimentar. Quanto menos manipulados, os alimentos serão mais benéficos à saúde”, explica a chef Susana Trombin Damke, professora do curso.

Nessa gastronomia, segundo a chef, são ensinados processos e técnicas importantes como a substituição do cozimento de um legume em água pelo cozimento a vapor, mantendo os nutrientes. “A ideia é aprender a cozinhar aproveitando a tudo dos alimentos para a saúde. Nos últimos anos, percebemos um maior interesse das pessoas em alimentos saudáveis. Essa prática traz benefícios não só para o emagrecimento, mas para o bem-estar pessoal, a prevenção e tratamento de doenças do sistema imunológico, em especial.”

Todas as dietas

As aulas ensinam temáticas como a base doce e salgada da gastronomia funcional, leites vegetais, receitas com função destoxificante, saladas que valem por uma refeição, risotos funcionais, fermentação natural sem glúten, pães e bolos sem glúten e lactose, hambúrgueres funcionais, dietas sem açúcar e low carb (sem carboidrato).

Além disso, o curso aborda a gastronomia funcional no esporte e o universo vegetariano e vegano. “Aprendemos sobre todos os benefícios dos alimentos de acordo com a necessidade de cada pessoa, com a escolha do melhor alimento que será mais funcional para a dieta de cada indivíduo. Nisso incluímos as dietas vegana, vegetariana, low carb, para celíacos, diabéticos, intolerantes a lactose, entre outras”, define chef Suzana.

Escola Chef Gourmet

Referência no ensino de gastronomia no Brasil, com cursos para iniciantes e profissionais, a Escola Chef Gourmet Santa Felicidade está localizada na Avenida Manoel Ribas, 5511, ao lado da Vinhos Durigan. 

O curso mais popular — e extenso — é o Chef de Cuisine, com foco profissionalizante e duração de dois anos. Todo o corpo de professores tem experiência internacional. Panificação, confeitaria, pizzas e carnes são outros temas dos 12 cursos, que formam turmas de até 18 alunos.

O mundo das bebidas também é contemplado com grupos para bartender profissional e de sommelier, para salas de até 12 pessoas.. Matrículas abertas: 41 3501-9200 (WhatsApp) – Foto divulgação.

Seguro de Responsabilidade Civil Profissional

A partir de 1º de janeiro de 2023, as agências de viagens associadas à ABAV-PR têm uma segurança a mais. Em nova parceria com a TZ Seguros, a Associação disponibiliza para seus associados o benefício do Seguro de Responsabilidade Civil Profissional, por meio de uma apólice coletiva. Todos os associados adimplentes terão acesso ao benefício automaticamente, que tem cobertura de R$ 10 mil ao ano, como benefício incluso na mensalidade da Associação.

Ao oferecer o Seguro de Responsabilidade Civil Profissional para associados a ABAV-PR ajuda a fortalecer as agências de viagens com mais segurança para a prática diária de atividades e contribui para melhorar o ambiente de trabalho de nossas empresas”, diz o presidente da ABAV-PR, João Alceu Rigon Filho.

Este seguro reembolsa possíveis prejuízos causados a terceiros por erro ou omissão durante a prática profissional, cobrindo danos materiais ou morais decorrentes de erros e omissões; custas judiciais e honorários advocatícios; restituição de imagem do segurado; atos de má fé e dolo dos funcionários; e extravio e/ou roubo e/ou furto de documentos de clientes, sem a necessidade de um processo judicial. - Foto divulgação.

sábado, 14 de janeiro de 2023

Cantina Baviera um clássico renovado

Cantina Baviera, nome que marca muitas gerações. Sua história tem meio século e, primeira vez em 50 anos, acrescenta pratos ao seu famoso cardápio. No menu inédito, pratos que combinam com a estação, ou seja: Verão. Quem conta é o novo proprietário da casa, Márcio Borges. “O ano de 2022 foi muito positivo para o Baviera. Completou 50 anos de operação ininterrupta. Vários clientes nos redescobriram, alguns muitos surpresos, achando que a casa estava fechada. Foi muito bom encontrar essas pessoas. Ouvimos muitos pedidos para se acrescentar pratos mais leves ao nosso cardápio, frutos do mar, entre outros."

As novidades de menu acompanham a reestruturação do próprio espaço. Ao longo dos últimos meses o Baviera passou por revitalização nos banheiros e na fachada, assim como na cozinha, que teve por uma reforma completa. Os salões foram restaurados, mantendo todos os elementos, como o famoso enxaimel, as lanternas e o lustre de velas, o grande alambique de cobre, as luminárias originais Tiffany e o estilo art nouveau. “Considerando que acabamos de implantar um sistema de climatização total dos ambientes, julgamos que este início de verão seria perfeito para esta intervenção. Então, criamos o Menu de Verão”, conta Borges.

As novas entradas e os cinco novos pratos principais, além de uma deliciosa e surpreendente sobremesa, são fruto da criatividade de Alexandre Vicki, novo chef executivo do Baviera. Seu estilo de cozinha reflete as viagens e experiências vividas em diversas cidades e países. Com mais de 30 anos de carreira, sendo 22 deles na chefia da cozinha de importantes redes de hotéis de Curitiba, como Bourbon, Pestana e Rayon, além do trabalho por mais de sete anos na Europa, em restaurantes de Portugal, Espanha e França.

O Márcio me deu toda a liberdade para criar. Para o Menu de Verão do Baviera, elaborei alguns pratos que se encaixam bem na casa, que é italiana. Só que dei alguns toques com sabores diferentes. Trouxe alguns elementos que marcam o sabor, como no Linguine ao Vôngole, que tem como diferencial a manteiga cítrica, que dá um aroma e um sabor diferente, levanta o prato”, destaca o chef sobre uma das novas atrações do cardápio.

Já em uma das entradas, trabalhei com a brusqueta, utilizando ingredientes já comuns no restaurante e dei uma nova roupagem. Tem ainda o Tartar de Salmão ao leite de coco e carpaccio de rabanete que tem sido sucesso. No geral, são entradas que poderiam ser apreciadas em qualquer restaurante italiano, pois são receitas que não fogem muito do tradicional desse tipo de cozinha”, continua.

Entre carnes, peixes e frutos do marcriações instigantes e tentadoras, como o Tentáculos de Polvo Grelhado, batatas a murro e tomates ao azeite de canela.

Tem ainda o Pirarucu Assado
acompanhado de purê de banana da terra com mostarda, mini-legumes e azeite de ervas.


O Salmão Assado
com legumes braseados e manteiga artesanal do chef (manteiga, raspas de cítricos, alecrim, flor de sal, pimentão e pimenta) completa as novas sugestões. 

O Baviera também segue neste verão servindo seu cardápio tradicional, que tem muitos fãs. “O cliente que quiser comer um belo parmegiana, um filé, vai encontrar aqui. Mas se quiser comer um peixe, uma entrada mais leve, também vai encontrar essa opção. O Menu de Verão veio para agregar e, talvez, alguns dos novos pratos fiquem no cardápio após esse período, se tiverem muito sucesso”, afirma Borges.

De sobremesa uma mistura esplêndida e saborosíssima: sorvete de creme com azeitonas pretas em Calda de vinho do Porto e especiarias.

Menu de Verão Baviera

Endereço: Rua Augusto Stelfeld, 18 – Centro –  Abre de terça a domingo, das 18h à 0h. Telefone: (41) 3232-1995 Site com cardápio completo: www.cantinabaviera.com.br/cardapioFotos Rodrigo Pierrot e Marian Guimarães.


quarta-feira, 11 de janeiro de 2023

O circo chegou na Praia Brava de Caiobá

 

Xô pandemia, vem diversão! "Um Espetáculo de Verão" vai movimentar as areias da Praia Brava de Caiobá, no litoral paranaense, a partir desta quarta, 11 de janeiro, até 12 de fevereiro. A Arena Mundo RIC Sicredi, assinada por um dos maiores grupos de comunicação multimídia do Paraná e pelo Sicredi - um dos líderes do mercado cooperativista brasileiro, com 6 milhões de associados-, vai receber os veranistas para nada menos do que 300 horas de atividades inspiradas na magia do circo. Serão 33 dias de muita animação, com ações de lazer e descanso oferecidas em uma megaestrutura de 3 mil metros quadrados. 

Uma das grandes novidades desta 14ª edição da Arena Mundo RIC Sicredi, que tem patrocínio do grupo Nissei e apoio da Megamania, é o tema escolhido para agitar o próximo verão. O espaço será todo decorado com inspiração no colorido do circo e várias atrações circenses estarão à disposição das famílias, com atividades para todas as faixas de idade. Entre elas, destacam-se números especiais de artistas de circo, como shows de trapézio voador e globo da morte. O alto-astral também estará garantido com muita música de bandas locais e shows de stand up comedy

A Arena Mundo RIC Sicredi vai funcionar de terça a quinta, das 9h às 19h, e de quinta a domingo, das 9h às 20h, com entrada gratuita. Com o alargamento da faixa de areia da Praia Brava, a Arena Mundo RIC Sicredi 2023 terá mais espaço e será a maior já produzida pelo Grupo Ric. A estrutura terá chuveiros com água doce, guarda-sóis, quadras de vôlei, futebol e beach tennis, além de um palco principal e espaços instagramáveis para fotos incríveis.

O espetáculo de verão da Arena Mundo Ric Sicredi vai oferecer experiências variadas ao público. Os veranistas vão ter aulas de trapézio voador, slackline, artes circenses, bambolê, perna de pau e malabares. Todas as atividades podem ser praticadas por crianças, jovens e adultos. Além dessas experiências, o público vai assistir a shows de trapézio voador, de stand up comedy, de temática circense, globo da morte e a bandas locais. Conheça toda a programação aqui.

Oportunidade para o mercado

No verão de 2022, a Arena Mundo RIC atendeu milhares de pessoas, vindas de todas as regiões do Paraná. "A grande adesão do público e a grandiosidade do projeto são oportunidades importantes para as empresas que querem dar visibilidade às suas marcas e garantir engajamento", diz Marcelo Requena, diretor corporativo de Mercado e Soluções Integradas do Grupo Ric. 

Os planos de divulgação 360° contemplam entregas de mídia em todos os veículos do Grupo Ric: RICtv, portal RIC Mais, rádios Jovem Pan, Jovem Pan News e Folha FM, além das redes sociais. Apenas a RICtv Curitiba tem um alcance de público de quase 2 milhões de pessoas.

"Este ano nossa Arena vai ser diferente, ainda maior e mais especial! Teremos uma grande festa na frente do Sesc Caiobá, inspirada na alegria do circo, com picadeiro, trampolim, muita brincadeira e serviços para toda a família. E no dia 28 de janeiro, nossos apresentadores estarão lá interagindo com o público", convida Marcus Yabe, diretor corporativo de Produto, Convergência e Conteúdo. - Fotos divulgação.

Vinhos sempre são bem vindos

Vinhos a toda hora. Isso mesmo. Como é bom bebericar nos dias mais quentes. Estamos no verão e rótulos que harmonizam com uma tarde na praia, na piscina ou ainda um jantar numa noite gostosa desta estação é que não faltam. Mas não são apenas brancos e rosés, os tintos também estão no páreo. Há muitos rótulos deste estilo elaborados para serem tomados ainda jovens, com muita vivacidade, frutas frescas e ideais para serem apreciados numa temperatura entre 13ºC e 16ºC, que já traz um alívio num dia de calor. A temperatura é a chave para apreciar um vinho no verão. Nada de servir a bebida em temperatura ambiente, independente do estilo.

Vinhos com bastante acidez, ou seja, que fazem salivar a boca e convidam a beber mais um gole, são as melhores opções para os dias mais quentes. A temperatura de serviço também é essencial: quanto mais geladinho, mais fácil de se apreciar. Por isso, espumantes, brancos e rosé são ideias para o verão porque devem ser servidos bem resfriados”, explica Paulo Justus, coordenador de vinhos da Porto a Porto.

Os espumantes e os brancos leves, como os Vinhos Verdes de Portugal, são os que podem ser tomados mais geladinhos, numa temperatura entre 3ºC e 7ºC, segundo o guia Wine Folly. Ou seja, tire da geladeira e sirva: na taça o vinho alcançará a temperatura ideal. Enquanto isso, mantenha a garrafa refrigerada num balde com água gelada e gelo.

Rosés e brancos mais encorpados podem ser servidos entre 7ºC e 13ºC. Isto é, após retirar a garrafa da geladeira, espere alguns minutos antes de apreciar. Também neste caso, acondicione o vinho num balde com água gelada e gelo e vá se servindo aos poucos, evitando encher a taça mais que o necessário para que a bebida esquente.

 Veja a seguir sugestões de vinhos perfeitos para o verão.

Sperone Prosecco DOC

Elaborado na região do Vêneto, na Itália, com a uva Glera, esse espumante é uma composição primorosa de frutas brancas como pera, combinadas com notas cítricas. O paladar é frutado, macio e deliciosamente refrescante. É perfeito para acompanhar aperitivos, entradas à base de frutos do mar, saladas, queijos leves como muçarela de búfala e sobremesas à base de frutas frescas.Preço sugerido: R$ 104,90 (na grandeadega.com.br)

3B Rosé

Preço sugerido: R$ 119, 00 (na grandeadega.com.br)

Pouca Roupa branco

O renomado enólogo português João Portugal Ramos criou uma linha de vinhos jovens, pensados para o verão. Elaborado no Alentejo, no sul de Portugal, o Pouca Roupa branco tem frescor muito bem integrado com a fruta e final de boca longo e persistente. Este corte de uvas Sauvignon Blanc, Verdelho e Viosinho é excelente para acompanhar peixes, mariscos, carnes brancas e massas. Preço sugerido: R$ 79, 00 (na grandeadega.com.br)

Putos branco

Os humoristas Danilo Gentili, Oscar Filho e Diogo Portugal assinam a linha de vinhos Putos, elaborados no Alentejo, ao Sul de Portugal. O branco é um corte de uvas autóctones Antão Vaz, Arinto e Gouveio com aromas frutados que lembram pêssegos. Em boca, possui acidez equilibrada e refrescante. É ideal para acompanhar frutos do mar, mariscos, peixes e carnes brancas. Preço sugerido: R$ 59,90 (na grandeadega.com.br)

Santola Vinho Verde

Um vinho perfeito para o verão, produzido na região do Minho, ao norte de Portugal. Com aroma frutado intenso e bom frescor, é um rótulo leve e muito fácil de beber. Aperitivos, saladas e pescados são as melhores combinações, mas é um vinho que também vai muito bem sozinho. Preço sugerido: R$ 49,90 (na grandeadega.com.br)

Porteño Chardonnay

Este vinho branco elaborado com uvas Chardonnay em Mendoza, na Argentina, é daqueles rótulos que parecem ser feitos para refrescar nos dias mais quentes do ano. Apresenta aromas de frutas brancas, como maçã verde, e tropicais, como abacaxi. Em boca, possui boa estrutura e equilíbrio, além de saboroso final. Para se tomar sozinho ou com saladas, queijos e risotos. Preço sugerido: R$ 33, 00 (na grandeadega.com.br)

Sexy Fish Blanc de Blancs

As uvas Sauvignon Blanc originam-se em três terroirs do Vale do Uco, em Mendoza. O resultado é um vinho muito atrativo, fresco e de caráter cítrico, com toques de frutas brancas que lembram pera e pêssego. Em boca, é cítrico e suculento, intenso e refrescante. Aperitivos, saladas, queijos e pratos à base de peixes e frutos do mar são as harmonizações mais indicadas. Preço sugerido: R$ 44,90 (na grandeadega.com.br)

Pouca Roupa rosé

Este rótulo elaborado no Alentejo, em Portugal, pela vinícola João Portugal Ramos é perfeito para os dias mais quentes. Os aromas de frutas vermelhas frescas, oriundos de um corte de uvas Aragonez, Cabernet Sauvignon e Touriga Nacional, são um convite refrescante. Em boca, tem boa estrutura, é equilibrado e com saboroso final. Este rosé é excelente como aperitivo, mas também para acompanhar saladas mediterrâneas e pratos orientais. Preço sugerido: R$ 79.

Numbered Edition Edition Soto de Oñatil

Elaborado na renomada região da Rioja, na Espanha, a partir da uva Tempranillo, este rosé é uma edição limitada e numerada produzida pela prestigiada vinícola Marqués de Tomares na propriedade de Soto de Oñatil. Os belos aromas de frutas vermelhas lembram framboesa. Em boca, é um vinho fresco e frutado. Preço sugerido: R$ 39,90.

Putos rosé

Ainda da linha Putos, assinada pelos humoristas Danilo Gentili, Oscar Filho e Diogo Portugal, a versão rosé é composta pelas uvas Aragonez, Syrah e Touriga Nacional. Os elegantes aromas de cerejas, framboesas e morangos se misturam aos frescos e delicados sabores que remetem a frutas vermelhas frescas. Preço sugerido: R$ 59,90 (na grandeadega.com.br) - Fotos divulgação.


quinta-feira, 5 de janeiro de 2023

Programa Samba de Bamba completa 27 anos

O programa de rádio Samba de Bamba - produzido e apresentado pelo jornalista Rodrigo Browne - completa 27 anos no ar. Sempre aos domingos, desde 1996, na Paraná Educativa FM. O programa é finalista da 7ª edição do Prêmio Profissionais da Música na categoria “Programa de Rádio”, e já está entre os cinco melhores do país, sendo o único de samba entre os concorrentes.

O programa Samba de Bamba divide-se em duas partes. Na primeira, o produtor comenta e apresenta o que ele mesmo gosta de ouvir - o que inclui o bom e o melhor. Na segunda, acontece o quadro “O bamba escolhe”, quando o apresentador abre o microfone para convidados, que indicam e comentam suas preferências em oito títulos. Já participaram do quadro centenas de personalidades. Entre elas Chico Buarque, Paulinho da Viola, Ruy Castro, Gal Costa, Marisa Monte, Caetano Veloso, Martinho da Vila, Jamelão e Beth Carvalho.

Ao longo de sua trajetória, o Samba de Bamba já contabiliza mais de 1400 programas ininterruptos. Rodrigo Browne lembra que a proposta inicial foi levar ao público sambas tradicionais de seu gosto pessoal.

Quando comecei na Paraná Educativa FM, em 1996, minha ideia foi produzir um programa com sambas que eu gostava de ouvir e não encontrava em nenhuma emissora de Curitiba. Então comecei a apresentar essas músicas com a informalidade que o samba exige e depois fui trazendo convidados especiais para contar histórias sobre suas escolhas. Acho que por isso o Samba de Bamba é tão longevo e conquistou tantos ouvintes“, considera.

Como parte das comemorações do 27° aniversário do programa, Browne criou um novo quadro mensal, para interagir com os ouvintes:  "Notas de um Samba”. Todo mês o programa vai selecionar um samba com três versões diferentes e o ouvinte vai poder escolher qual ele gosta mais. O primeiro samba escolhido é o “Samba de Uma Nota Só” (Tom Jobim e Newton Mendonça) interpretado por Raphael Rabello, Nara Leão e Leny Andrade.

A participação poderá ser feita pelo WhatsApp do programa (41) 9 8482-4717 ou pelo Instagram @sambadebambaoficial  , no final do ano será realizado um programa especial com os sambas escolhidos. O programa Samba de Bamba pode ser sintonizado todos os domingos, a partir das 11 da manhã, em Curitiba na Paraná Educativa FM (97.1 MHz) ou pelo site: https://www.paranaeducativafm.pr.gov.br/ - Foto Barbara Magalhães

Acompanhando a saúde do bebê

Monitorar a saúde da gestante e do bebê é fundamental para que toda a gestação flua com mais segurança. Da descoberta da gravidez, até o parto, uma série de exames são necessários para o devido acompanhamento, entre eles, os exames de imagem.

A ultrassonografia é um dos principais exames na gravidez, pois ele permite detectar a presença de problemas no bebê, na placenta e até no saco gestacional. Dr. Adilson Girotto Narciso de Oliveira, médico diretor técnico da CEDIP – Clínica de Exames de Diagnósticos por Imagem, explica que existem quatro períodos em que o ultrassom deve ser realizado. “O primeiro deles é feito logo no início da gravidez, com o propósito de avaliar se a gestação está ocorrendo no útero, calcular a idade gestacional e avaliar se existe mais de um feto”, comenta.

No primeiro trimestre um ultrassom morfológico ajuda a avaliar os riscos de síndrome de down e o risco de pré-eclâmpsia. Já no segundo trimestre, um novo exame deve ser realizado para avaliar possíveis mal formações e, juntamente com uma ultra transvaginal é possível verificar as possíveis prematuridade. Entre a 26 e a 28 semanas é importante realizar uma ecocardiografia fetal para analisar, inclusive, riscos de diabetes.

Ao chegar na 32ª semana, é preciso um ultrassom para avaliar o tamanho e a posição do bebê no útero, informações que ajudam muito o obstetra no parto. “Além disso, de acordo com a avaliação do profissional que acompanha a gestante o bebê, quando necessário, também pode ser feito um exame chamado doppler, que ajuda a avaliar o fluxo sanguíneo materno e fetal. Além disso, conseguimos avaliar qualquer tipo de restrição de crescimento ou, ainda, se há um risco aumentado da gestante desenvolver pré-eclâmpsia”, explica. - Foto divulgação.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2023

Lovin Wine uma boa aposta

O vinho é uma iguaria muito antiga que faz parte da história da humanidade há milhares de anos. Justamente por isso, tomar um vinho se tornou mais do que um passatempo, mas uma experiência simbólica que envolve o ritual de degustar a bebida. No entanto, com o passar dos anos, nossas rotinas mudaram e hoje vivemos a era da velocidade, na qual quanto mais rápido melhor.

Atenta a isso, a Lovin Wine surge como uma solução para quem não abre mão de degustar um bom vinho de forma rápida, prática e em qualquer lugar. Fundada em 2020 com a proposta de produzir vinhos em lata, a Startup gaúcha vendeu todo o seu primeiro lote de 15 mil latas em menos de 30 dias.

A marca não para de crescer. Nos últimos dois anos, a Lovin tem alcançado conquistas incríveis e conseguiu atrair mais de 300 investidores em menos de 19h através de um projeto de captação para startups. Seu sucesso se deve à nova proposta de inovar no mercado de vinhos, reformulando os hábitos de consumo da bebida.

Segundo a Lovin, armazenar os vinhos em latas favorece a preservação da temperatura da bebida, a praticidade do consumo e a segurança no manuseio, três fatores que não são encontrados juntos nos outros tipos de embalagens. Para manter o sabor e qualidade do vinho, as latas da Lovin Wine são revestidas com um verniz próprio que mantém todas as propriedades do líquido.

Essa selagem garante a resistência da lata e faz com que todos os sabores e texturas se mantenham. Além disso, as latinhas gelam muito mais rápido, são fáceis de transportar, não ocupam muito espaço na geladeira, não quebram e ainda são mais eco friendly do que as garrafas de vidro tradicionais. Outro ponto positivo é que um pack da Lovin tem mais vinho do que uma garrafa de vidro. Isso porque as garrafas tradicionais possuem cerca de 750ml, enquanto um pack Lovin Wine tem 1076 ml divididos em quatro latinhas de 269ml. A quantidade certa para beber sem se preocupar, com muito mais vinho em quantidades fracionadas, sem precisar deixar garrafas abertas na geladeira.

Em seu cardápio, a Lovin Wine conta com opções diferentes para os mais variados gostos, se encaixando em qualquer ocasião, ficando a critério de quem a consome decidir qual é a melhor.

Dentre elas estão o White Wine, uma opção leve e frisante com um aroma refrescante de maracujá com toques florais, ideal para combinar com saladas e pratos com carnes brancas ou peixes; o Rosé Wine, também leve e frisante possui um aroma de frutas vermelhas com um toque de rosas; o Brut White, um vinho branco espumante com aroma cítrico do abacaxi e notas de flores brancas, e o plus das bolhas que trazem um sabor refrescante, e o Brut Rosé, que possui uma acidez equilibrada e aroma de framboesa, sendo a opção perfeita para os dias mais quentes. - Foto divulgação.

 

Oficina Dramaturgia Dinâmica

A Alameda Cia. Teatral está com inscrições abertas para a Oficina Dramaturgia Dinâmica, com  o dramaturgo Amande Macedo, que acontece entre os dias 9 e 14 de janeiro, em Curitiba. A iniciativa, que é totalmente gratuita,  visa a selecionar atores e atrizes para a formação do elenco para o espetáculo teatral Cafés Malditos, dirigida por Max Reinert.

Os interessados em participar da oficina devem fazer a inscrição enviando um email para cafesmalditos@gmail.com, anexando minicurrículo e uma carta de intenção.

Oficina

De acordo com Amande Macedo, a oficina prática será composta pelas técnicas de dramatização, improvisação e comicidade. “Uma grande oportunidade para atores e atrizes porque, ao final da oficina, vamos selecionar participantes para integrarem o elenco da peça Cafés Malditos”, conta.

Projeto Cafés Malditos

O projeto Cafés Malditos da Alameda Cia. Teatral está sendo realizado com recursos do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, da Fundação Cultural de Curitiba. A estreia da peça está prevista para dia 16 de janeiro com uma temporada de 20 apresentações.

Oficina Dramaturgia Dinâmica com Amande Macedo: de 9 a 14 de janeiro, de segunda a sexta, das 19hs à 22hs, e sábado, das 9hs às 13hs

Inscrições: cafesmalditos@gmail.com

Café do Teatro está de volta

O novo Café do Teatro renasce no próximo dia 5 em janeiro de 2023, completando 35 anos, como um espaço interamente dedicado à valorização artística e à cena cultural do Paraná. Algumas mudanças, porém, precisaram ser feitas. O endereço, que passa a ser na Rua XV de Novembro, 1037, ao lado da entrada do Guairinha, contará com grandes novidades. A tradição do Café do Teatro em atender até tarde da noite o público que sai dos espetáculos e quer jantar, beber alguns drinks, conversar com amigos ou, quem sabe, conhecer gente nova, vai continuar. Por isso, o horário de funcionamento será das 20h até o último cliente. O novo espaço também contará com estacionamento conveniado.

Em seu cardápio, as já conhecidas e crocantes batatas-suíças, além de seu famoso sanduíche Ventre do Minotauro (baguete, mignon, provolone e champignon), que pretendem ser os protagonistas. A decoração é inspirada no teatro paranaense, com referências, figurinos, objetos de cena e premiações expostos no ambiente. 

O novo Teatro do Café – A ideia pode parecer ousada, mas a proposta é de um teatro dentro de um café-bar. O novo Café do Teatro seria, então, um café-teatro-bar. Todos os artistas podem contar com mais este palco em Curitiba. O espaço cênico mede 7 metros de parede a parede. Além do “Teatro do Café”, o novo Café do Teatro tem lugar para exposições de mostras e obras, como o painel fixo de lambe-lambe, “Um Novo Palco”, da artista plástica paranaense Bruna Alcântara. 

"Um Novo Palco", por Bruna Alcantara – Essa era uma vontade que rodeava a artista Bruna Alcantara por anos. “Eu queria procurar histórias em acervos públicos da cidade onde vivo, Curitiba, e reviver mulheres de outras décadas. Em acervos online e físicos, me deparei com uma história emocionante na Casa da Memória, equipamento da Fundação Cultural de Curitiba, de um antigo cassino, no bairro Ahú, por coincidência, o bairro onde vivo”, explica. O Cassino Ahú funcionou dos anos de 1939 a 1946, quando foram proibidos os jogos de azar pelo então presidente Eurico Gaspar Dutra. “Nesses poucos anos, entre jogatinas e festas, num palco de madeira com cortinas vermelhas, centenas de mulheres artistas se apresentaram. As fotos não negam: o lugar respirava arte”, completa Bruna.

 Ainda segundo a artista, as imagem interagem perfeitamento com o novo espaço. “Quando fui convidada pelo Novo Café do Teatro para a construção de um mural, não tive dúvidas em usar essas fotografias para construir o meu trabalho sobre elas. Quem foram essas mulheres e o que faziam? Não sei, mas posso garantir que agora, elas estão novamente se apresentando. Então abram as cortinas que vem aí "Um Novo Palco", meu projeto feito especialmente para o Café do Teatro. Que estejam vivas na nossa memória, a memória de tantas outras: somos luta, somos arte e somos resistência. Coragem, por amor à arte”, finaliza. A obra de Bruna Alcantara pretende ser uma das principais atrações no novo espaço.

História – Criado em 1987, ainda chamado de Café Poesia, o Café do Teatro reunia, desde então, o público formado por artistas, jornalistas e admiradores da cultura. “A proximidade do Guaíra e a frequência de gente nessa região era muito forte. Era gente ligada à cultura. O Leminski era um habitué do Café Poesia, a Alice Ruiz, logicamente. Tinham jornalistas como o Jacques Brand, cineastas, artistas, bailarinos. As pessoas se reuniam nele, nessa época, para criar situações culturais interessantes. Eram produzidos ali espetáculos de dança, de teatro, livros”, relembra Ruben Frota, o primeiro dono do estabelecimento. Foi em 1989 que Ulle Fulgraff assumiu o ponto e batizou, dali em diante, com o nome que todo mundo já ouviu falar: o  Café do Teatro.

Foi em um ato impensado!”, define o iluminador teatral Beto Bruel, sobre a compra do estabelecimento em 1997. “Mas imagina quantos projetos não partiram dali, de uma conversa de bar? Era um ambiente de troca de ideias porque os jornalistas saiam do jornal e se juntavam com os artistas. No Café e no Bar Palácio que isso acontecia. Dentro da história do teatro paranaense, o Café do Teatro tem uma porção significativa na formação de planos e ideias. E, como nós vivemos de sonho, nada como proporcionar um lugar que possa contribuir para isso. Ajudamos muitas pessoas a sonhar”, complementa. Bruel, terceiro proprietário antes da última venda, segue otimista com as novidades que chegam nesta nova temporada do Café do Teatro.

Café do Teatro: Rua XV de Novembro, 1037, Centro. Abre de segunda a domingo, a partir das 20hs. Estacionamento conveniado. Foto divulgação.