sábado, 25 de abril de 2015

Comida di Buteco até dia 3 de maio

Pela primeira vez Curitiba recebe o evento Comida di Buteco, que há 16 anos iniciou em Belo Horizonte e hoje já está em várias cidades brasileiras. O evento vai até dia 3 de maio e o sucesso já está garantido. Criatividade na cozinha é um dos ingredientes essenciais para os botecos participantes. Surpresas e mais surpresas. Maravilha.

O objetivo do projeto é instigar a criatividade e inovação dos bares e eleger o melhor boteco da cidade, além de promover os estabelecimentos que devem, necessariamente, ser estabelecimentos familiares, com o proprietário literalmente à frente do negócio e atrás do balcão no dia a dia.

Já comentei sobre alguns, e continuo botecando. Vale a pena.
Cabana Bar e Petiscaria- Av.Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco,655- não conhecia o local. Gostei. A simpatia do dono envolve toda a clientela. O petisco concorrente  leva o nome Bolinho de Academia. É à base de batata e aipim, recheado com músculo temperado. Acompanha geleia de manga, acerola e abacaxi. Muito bom. 

Provei também o “scabechitos”, pois o nome chamou minha atenção. Amei!! Este prato também faz parte do Comida di Buteco, mas não entra na votação. Legumes bem picadinhos, preparado à base de vinagre e outros temperos, servidos com Doritos. Vale provar. A casa tem capacidade para 120 lugares. Tem música ao vivo.
Casa Velha – Rua Mateus Leme, 5981- Bairro Abranches. Sempre que vou ao Casa Velha, digo aos amigos “vá pela Mateus Leme, quando pensa que a rua acabou, vai mais um pouco”. Dá certo. O Casa Velha é conhecido, principalmente, por seus bolinhos. É com o Bola Cheia, bolinho de carne recheado com provolone, acompanhado de carambola e molho tártaro para incrementar ainda mais o petisco, que concorre no Comida di Buteco. 
Tão bom quanto o bolinho são os camarões graúdos, empanado com Doritos. Uau...muito bom.
Comida di Buteco vai até dia 3 de maio. Vale botecar. Vou continuar minha caminhada.

DICA: O Comida di Buteco é o único concurso que elege o vencedor com votação presencial. Cada cliente que provar o petisco recebe uma cédula de votação no bar e tem que dar sua avaliação no local. Nada pode ser feito pela internet. É o  instituto de pesquisa Vox Populi que faz a apuração do grande vencedor.

Fotos Marian Guimarães e divulgação.

Nhoque Solidário da Fortuna

Você viu, deu mais uma olhadinha – nhoque – comeu de uma vez só. Nhoque nem é mais comida: é uma onomatopéia. Ou interjeição: “Nhoque”. Assim feito “Puxa! ”, “Cáspite !”Se não é, parece.

O senhor gnocchi, transliterado em nhoque no Brasil, tem mesmo um significado cômico no original: corcunda. São corcundinhas de batata, abóbora, mandioca, cenoura (e por aí afora dependendo do cozinheiro) e farinha, que foi denominado como a comida da sorte, quando consumida no dia 29 do mês. Atribui-se a lenda para São Pantaleão. Cada pessoa deve colocar uma nota de qualquer valor debaixo do prato e comer o nhoque, e que o dinheiro vai se multiplicar.

No próximo dia 29 de abril, o M.I.A Trattoria Criativa está com o nhoque no cardápio e fazendo uma ação beneficente para Associação Lar Moisés. Os comensais que forem ao restaurante e pedirem o prato de, receberão uma oração de São Pantaleão e a imagem ilustrativa de uma nota de dólar, para colocar embaixo do prato durante a refeição.

A cada prato de nhoque vendido neste dia no M.I.A Trattoria Criativa, durante almoço e jantar, a Associação Lar Moisés entidade sem fins econômicos que acolhe e atende crianças com direitos violados ou em situação de risco, encaminhadas para a casa por órgãos competentes sob a tutela da Vara de Infância e Juventude, receberá uma caixa de leite longa vida. 

É isso aí! Vamos colaborar.
M.I.A. Trattoria Criativa fica na Rua Albano Reis, 471 – Centro Cívico

Fotos divulgação.

Bife Sujo em prol do CAV

Almoçando durante a semana no Restaurante Bife Sujo você colabora com o movimento Eu Abraço o CAV. Desde o dia 13 de abril, até o dia 30, 5% dos pratos à la carte vendidos no almoço de segunda a sexta irão para o Centro de Ação Voluntária de Curitiba, que enfrenta uma grave crise financeira desde fevereiro de 2015.

Entre as opções do cardápio estão a Picanha na Chapa, Picanha Acebolada no Richeau, Costela para duas pessoas, Filé a Pargemiana, entre outros. O restuarante está localizado no centro histórico da cidade e abre para almoço entre 11h e 15h todos os dias. 

O Bife Sujo fica na Rua Saldanha Marinho, 479 - Centro. Almoço de segunda a sexta-feira, das 11às 15hs.

Pátio Batel revela seu acervo

Não é apenas a arquitetura do Pátio Batel que encanta os visitantes. Suas obras de arte também. Desde o início do seu projeto, o shopping fez questão de ir além e oferecer opções onde entretenimento, cultura e lazer teriam o mesmo peso de compras em seu pilar. 

E foi justamente com esse intuito que hoje os clientes e visitantes podem viver algo novo e que valoriza ainda mais a visita ao empreendimento mais charmoso da cidade.
São as visitas guiadas, onde todos podem conhecer detalhes e a história das principais peças que fazem parte do acervo do mais inovador shopping do estado. 

As visitas acontecem por meio de agendamento prévio ocasião em que monitores capacitados especialmente para o projeto acompanham o visitante e explicam detalhes, curiosidades e características das obras que já fazem parte do dia a dia do grande centro de compras.
Obra de Martin Ogolther.

Esta primeira mostra, intitulada “Revelando o Acervo”, tem a curadoria do artista paranaense Tom Lisboa e em aproximadamente 45 minutos pode-se percorrer cerca de 70% delas com a monitoria especializada.
Para o tour, foram selecionadas algumas obras de oito artistas com características marcantes e diferentes que vale a pena conhecer. Guita Soifer, por exemplo, trabalha com gravura, pintura, desenho, fotografia e vídeo-arte (foto). Gio Soifer, fotógrafa e artista plástica, desde muito cedo sempre esteve envolvida com delicados fragmentos artísticos. Monica Carvalho, Klaus Schneider e Hugo França acham suas inspirações e matéria prima na natureza, entre outros.
Chuva Lúdica de Kaus Schneider.

A cultura é um dos pilares do Pátio Batel e tem, na Galeria de InterARTividade, no piso L3 sua tangibilização. Um projeto genuíno e o primeiro dentro de um shopping center brasileiro, nesta mostra ela será totalmente destinada à interação dos visitantes com as obras do mall e que contará com um jogo de perguntas e respostas e jogo da memória onde os visitantes poderão se divertir e testar seus conhecimentos. Nela também poderá ser visto um vídeo que conta mais sobre as obras e os autores da exposição.

Revelando o Acervo: Pátio Batel, um lugar para viver a cultura e sentir a arte - informações e agendamento: (41) 3091 8370 ou galeria@patiobatel.com.br.

Fotos divulgação.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

O bom italiano

O Lellis Trattoria já se tornou referência da comida italiana em Curitiba. Suas massas, pizzas entre outros pratos sem a afetação de fórmulas, encantam os comensais. Entre outras delícias também estão as sopas que, quando a temperatura baixa, elas caem na preferência do público.

Aqui  destaco a deliciosa Canja de Galinha, que leva cenoura, salsicha, arroz e caldo caseiro. O Cappelletii in Brodo, é outra gostosura que tem na composição cebola, tomate, salsão, salsinha e caldo caseiro. E mais: o Creme de Palmito ou Aspargos, à base de creme de leite, gema de ovo, manteiga e queijo parmesão e a Sopa à moda do Lellis, feita de caldo caseiro temperado, cebola, tomate salsão, salsicha, carne moída e legumes, são muito especiais.
Localizado na Rua Gonçalves Dias, n° 51  (em frente a Pracinha do Batel) seu ambiente é  acolhedor e aconchegante. É daqueles lugares em que você vai e fica "pensando na vida" sem vontade de ir embora.

A casa abre no almoço de segunda a sexta-feira das 11h30 às 16h00/Jantar: das 19h00 à 01h00. Na sexta e no sábado o horário estende até às 02hs,  domingos e feriados: aberto sem intervalo. É bom lembrar que tem estacionamento com valet gratuito no local.

Foto divulgação.

Cachorro-quente para todos os gostos

Pense em um lugar onde o cachorro-quente é diferente de tudo que você já viu, elaborado com ingredientes selecionados, e o cardápio é ao contrário. Bem-vindo ao Green Dog! 

Toda concepção e idealização do local e gastronomia é do empresário Phelipe Rangel, um amante da comida de rua, que já passou por mais de 23 países provando do cachorro-quente a outros inusitados pratos servidos pelas ruas de diversos continentes. “Procurei fora do Brasil o que não via aqui, profissionais trabalhando com ingredientes de qualidade e marcas consagradas nas ruas, essa é a filosofia do Green Dog”, salienta Rangel, que resolveu investir nesse mercado em 2007, com um carrinho de rua e hoje tem loja própria em Curitiba e São Paulo.

O nome foi originado pela necessidade de ofertar ao público um cardápio vegetariano, mas hoje a casa atende todos os gostos.
No cardápio constam quatro tipos de cachorros-quentes clássicos e oito especiais. A “vina”, como é reconhecidamente chamada em Curitiba, pode ser escolhida de três maneiras: a tradicional, a salsicha de soja e a artesanal, que é produzida exclusivamente para a marca, composta por uma receita que é segredo guardado a sete chaves.   Os preços variam de R$ 7,00 a R$ 20,00.

Nas quintas-feiras o Green Dog promove uma diferente harmonização de cervejas e cachorros-quentes, em que o cliente pode comprar os produtos através de combos já harmonizados. 

O Green Dog funciona diariamente das 18h à meia-noite. Na sexta-feira fecha um pouco mais tarde, uma hora da manhã. Fica na Rua Alberto Folloni, 225, no Juvevê. O telefone é (41) 4141-0608. A loja de São Paulo fica aberta todos os dias das 10h ás 21h, no piso superior do Shopping Vila Mariana. - Fotos divulgação.

1ª Mostra Conceito Saccaro

Inaugurada hoje (23) a 1ª Mostra Conceito Saccaro. O homem moderno, conectado ao mundo dia e noite, foi a inspiração da dupla Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande para criar um loft masculino. 

O espaço, que conta com living, sala de jantar, dormitório e office, utiliza-se da tecnologia em contraste com o natural, traduzido pelo uso de peles e couro, em um conceito contemporâneo. 

Na cartela de cores, destaca-se o salmão, além de tapetes indianos que colorem os ambientes de maneira inusitada.


A mostra também conta com outros sete ambientes, assinados por renomados profissionais do segmento de arquitetura e design na cena curitibana, e fica exposta até julho deste ano.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Estilo e bom gosto aliado ao sabor

Instalados sempre em lugar estratégico do salão, os bufês a quilo são variados e com preços tentadores. O cliente vai e serve-se à vontade. Raramente os atendentes/garçons fazem sugestões ou interferem em sua escolha. Cobra-se o preço fixo por quilo (daí o nome) e paga-se na saída. Alguns também tem o preço livre. Enfim, o comensal é quem escolhe.

Se antes as casas funcionavam no almoço de segunda a sexta-feira, hoje, a maioria abre inclusive aos sábados e domingos. Outra variável é que, antes, elas estavam instaladas no centro da cidade em locais de grande movimento, atraindo assalariados com tempo certo para almoçar e orçamento apertado. 

Hoje, elas também estão em bairros nobres da cidade e não são mais apenas para os apressadinhos. Famílias inteiras que moram nas imediações já tornaram habitués.
O 618 Gastronomia é um destes locais. Instalado na Rua Moyses Marcondes - no Bairro Juvevê-, a casa, com capacidade para 150 lugares é especializada em cozinha mediterrânea onde prevalecem os grãos e quinoa.  O local é bastante agradável e confortável. Um mobiliário muito bonito, cujas cadeiras chamam atenção por seus detalhes personalizados.

A tarefa de elaborar o cardápio é do chef Rodrigo Machado. Diariamente bufê apresenta cerca de 16 saladas bem ao estilo mediterrâneo com muitos grãos e frutas, e mais 20 pratos quentes com sugestões definidas a cada dia. Na quarta feira, por exemplo, prevalece a comida árabe, já na sexta é a vez da italiana. De segunda a sexta-feira o bufê livre custa R$ 33,90, e se a opção é o quilo: R$ 46,90.
No sábado, por exemplo, tem o Festival de Frutos do Mar. Destaque para o camarão graúdo ao bafo, muqueca, risoto de camarão, mexilhões abafados ao vinho, camarão na morango e maionese de camarão. Entre os petiscos bolinho de peixe e lula à dore, e outros. Neste dia o bufê livre custa R$ 44,90; se a opção é o quilo custa R$ 64,90, ou seja R$ 6,49 para 100gramas.

Mas não estranhe, a feijoada e seus complementos também fazem parte do bufê de sábado, assim como as carnes grelhados no grill estão presentes diariamente.




No cardápio de bebidas, cervejas nacionais e importadas, choppe, vinhos e sucos dos mais saborosos e craitivos.

À noite a casa é destinada para eventos fechados.


O 618 Gastronomia fica na Rua Moyses Marcondes, 618, Juvevê, abre de segunda a sábado para almoço.
Fotos Marian Guimarães.

MSC Meraviglia logo estará no mar

A MSC Cruzeiros, maior companhia de cruzeiros de capital fechado do mundo e líder de mercado no Mediterrâneo, América do Sul e Sul da África, realizou, nessa segunda-feira, o tradicional evento de “Corte do Aço” e apresentou o nome de seu primeiro transatlântico da Classe Vista: MSC Meraviglia. 

A ação, que aconteceu no STX France, estaleiro responsável pelo projeto, em Saint Nazaire / França, representa um importante marco do plano de investimento da armadora de 5 bilhões de euros.

Durante a cerimônia, o presidente da MSC, Pierfrancesco Vago, afirmou que o novo transatlântico, com capacidade para 5.700 hóspedes e mais de 167 mil toneladas, será inaugurado em maio de 2017, mas as vendas para os seus roteiros estarão abertas a partir de junho deste ano.

Assim que inaugurado, o MSC Meraviglia navegará pelo Mediterrâneo Ocidental durante o verão e terá três portos de embarque, em Gênova, Marselha e Barcelona. 

MSC Cruzeiros é a empresa líder do mercado de cruzeiros no Mediterrâneo, África do Sul e Brasil, e opera em todo o mundo.
Foto divulgação.

3º Salão de Outono da América Latina

Com uma instalação que recebeu o  nome de" Valia"a artista paranaense Telma Richter vai representar o Paraná no 3º Salão de Outono da América Latina (SOAL), em São Paulo.  

A obra será formada por centenas de pacotes de café embalados a vácuo e tem como objetivo despertar a memória visual e olfativa do espectador, além do desejo causado pelo cheiro do café.

A artista correlaciona a produção da bebida e sua importante participação no desenvolvimento econômico do Brasil e do mundo. A obra foi selecionada pelos jurados responsáveis do SOAL, Salão de periodicidade anual, criado para receber obras inéditas e dar oportunidade para que artistas emergentes ou pouco conhecidos mostrem seus trabalhos. 

A obra “Valia” é uma composição em bloco de um metro cúbico, formada por pacotes dourados de café, numa alusão ao empilhamento padrão de barras de ouro, guardadas como lastro econômico em diversos países, fazendo trocadilho entre a grandeza de valor do ouro e a grandeza de valor do café, segunda bebida mais consumida no mundo e principal mercadoria agrícola, presente nas principais bolsas de valores de grandes potências econômicas.

3º Salão de Outono da América Latina - SOAL -,acontece de 7 a 31 de maio, na Galeria Marta Traba, dentro do Memorial da América Latina em São Paulo.Entrada franca.
Foto divulgação.

Nova coleção da Bergerson

Geometria do Brilho é a nova coleção da Bergerson que está encantando o público feminino. Um estilo que traz o incessante equilíbrio de retas e curvas marcantes, e uma sutil combinação de tons.

Um anel pode dar a impressão de estar solto entre os dedos e o brinco de design minimalista e impressionante movimento articulável dá liberdade ao balanço natural. Gemas preciosas surgem em combinações que mesclam o clássico e as últimas tendências da alta joalheria.

Mais do que traços que percorrem o papel ou preciosidades que fazem brilhar os momentos do dia, as joias da nova coleção da Bergerson trazem a beleza de uma geometria pensada para a vida.

 Fotos divulgação.

domingo, 19 de abril de 2015

Clube da cozinha entrando em ação

Os entusiastas da gastronomia, que não abrem mão de cozinhar em casa, vão descobrir novos ingredientes e sabores, fugindo um pouco dos pratos habituais, com o Clube da Cozinha. A iniciativa pioneira no Paraná, que será apresentada aos curitibanos a partir do mês de maio, consiste em uma caixa elaborada com insumos, utensílios, bebidas, receitas e dicas para o preparo de uma refeição inesquecível, favorecendo os produtos locais.

No Clube da Cozinha, o associado, que pagará uma mensalidade, terá a oportunidade de escolher semanalmente sua caixa especial, direto no site oficial do clube (www.clubedacozinha.com), e receberá em casa todos os ingredientes necessários para a execução de receitas exclusivas. Cada caixa vai trazer ingredientes para uma refeição completa para duas pessoas, contendo entrada, prato principal e sobremesa. O valor da refeição será de R$ 60 por pessoa.

Idealizado pelos curitibanos Bruna Pieri e André Carrera, o Clube da Cozinha começou a ser pensando enquanto o casal morava em Nova York, e tinha como programa preferido cozinhar para os amigos. O serviço já era oferecido na cidade, e ao retornarem para o Brasil, decidiram largar suas profissões para investir na ideia, junto com a mãe de Bruna, Maria Francisca, e a chef Amanda Abila, que completaram o time.

De acordo com a chef Amanda Abila, o Clube da Cozinha vai trabalhar com diversas vertentes gastronômicas, fazendo com que os associados tenham a oportunidade de conhecer vários estilos e sabores. 

Fotos divulgação.

É você quem faz a pizza

A Oven Pizza Customizada é a nova opção de gastronomia do Shopping Curitiba. Recém-inaugurada, a Oven chega ao Shopping Curitiba-Praça de Alimentação, no Piso L4-, trazendo um novo conceito de pizzaria: as pizzas são de tamanhos individuais, assadas em até dois minutos, e os ingredientes do recheio podem ser escolhidos ao gosto do cliente. Vale conferir.
Foto divugação.

No estilo italiano

Outro dia tive o prazer de experimentar um prato maravilhoso preparado pelo chef Bruno Mylla do restaurante PaneOlio. Sabe qual era o ingrediente principal? Barriga de porco.

Por favor, não torça o nariz. Ao incluir este prato no cardápio Bruno Mylla mostra que a boa cozinha é aquela que sabe aproveitar tudo. O prato faz parte do Menu “Prato Speciale Italiano” , e no cardápio recebe o nome de  Porchetta (custa R$ 31,90) é tradicional da cozinha do entorno de Roma. 

A Porchetta, feita de carne de porco e especiarias é assado e tem uma crosta crocante. Suculento, o sabor delicioso é garantido por mini-folhas e maçã crisp. Muito bom. Uma festa para os olhos.

O restaurante PaneOlio, local agradável e aconchegante, estacionamento gratuito, com o intuito de apresentar e encantar o paladar do público com uma genuína cozinha italiana, ele acaba de lançar o “Prato Speciale Italiano”, uma sugestão especial assinada pelo chef Bruno Mylla, que pode ser conferida somente às quintas e sextas-feiras da segunda semana de cada mês.

Segundo a empresária italiana Raffaella Bonanni, natural de Roma, a ideia do Prato Speciale é enaltecer a autêntica cozinha da Itália e apresentar as tradições regionais da buona cucina. “Vamos destacar o sabor diferenciado das massas artesanais, dos molhos com baixo teor de gordura e sal e provar que nossa cozinha é leve, sincera e balanceada”, atesta.

A casa, que abre de segunda a sexta-feira somente para almoço, oferece boas sugestões em seu cardápio diário. São três a quatro em “Pratos do Chef”, onde prevalecem massas artesanais e grelhados.  
De sobremesa, prove Panna Cotta de baunilha com calda de frutas vermelhas. Elaborada com creme de leite cozido com gelatina, açucar e baunilha, é muito conhecida na culinária italiana. Quase sempre é acompanhada de frutas vermelhas ou molho de chocolate. Esta estava maravilhosa!!!

A carta de vinhos é curta, sem pretensões e agrada.

O serviço é eficente. Garçons atenciosos.

O PaneOlio fica na Rua Conselheiro Dantas, 494, -abre de segunda à sexta-feira das 11h30 às 15h30. Tem estacionamento gratuito.
Fotos Marian Guimarães.

sábado, 18 de abril de 2015

Estou botecando, e você ?

Quem gosta de petiscar e uma cerveja nos "trinques" está encontrando deliciosas surpresas em 20 bares da cidade que estão participando do Comida di Buteco.

O evento, que ocorre simultaneamente em todo território nacional, pela primeira vez é realizado em Curitiba e vai até dia 03 de maio.

Mais que um concurso, o Comida di Buteco é um acontecimento destinado a prestigiar a cozinha de raiz. Mostrar nossa regionalidade e também conquistar o paladar do público pela simplicidade.

Já fui botecar em alguns desses bares, entre eles:
O Baba Salim – Rua Amintas de Barros, 45 – compete com o Falafel, um delicioso bolinho de fava e grão de bico frito, que chega à mesa acompanhado de guarnições e pão. Outra delícia do Baba Salim é o tira-gosto com Doritos apresentado com um molho diferenciado. Vale provar. O local é pequeno, movimentado, mas um bom atendimento.
 Folha Seca – Rua Petit Carneiro,394-, o petisco concorrente é o Camarão à Paulista empanado com coco. Uma gostosa surpresa para se petiscar com molho de iogurte e especiarias. Mas não deixe de provar o tira-gosto com Doritos servido com uma bem temperada carne desfiada e dois molhos especiais, é muito bom. De sobremesa experimente a surpreendente releitura do Romeu e Julieta, elaborada com o Filadelphia. Vai sentir o gostinho de quero mais.
Também tive o prazer de botecar na Cantina dos Açores – Rua Euzébio da Motta,306 -,e me deliciar com o Bolinho de bacalhau com limão. Local simples, uma verdadeira atmosfera de bairro. Sexta-feira, casa lotada e animada. Muito inventivo o tira-gosto à base Doritos com bacalhau desfiado e temperos verdes, acompanhado de salada de folhas. Pode ficar no cardápio que vai agradar.

O Comida di Buteco é o único concurso que elege o vencedor com votação presencial. Cada cliente que provar o petisco recebe uma cédula de votação no bar e tem que dar sua avaliação no local. Só pode votar apenas uma vez em cada bar.

Eu vou continuar botecando.